Ha Nói é a capital do Vietnã e a principal cidade no norte do país. Foi onde o revolucionário Ho Chi Minh proclamou a República Democrática do Vietnã no final da Segunda Guerra Mundial, como uma ação para garantir a independência dos domínios francês e japonês. Tem grande relevância na história e na cultura do Vietnã. Foi onde começamos nossa aventura.

Logo que chegamos em Ha Nói tivemos um choque ao ver aquele trânsito completamente maluco. Nós vivemos em São Paulo, estamos acostumados com trânsito, mas aquilo lá era outra coisa… Primeiro que o trânsito era muito mais de motos do que carros, acho até que a cidade tem mais motos que pessoas. Então o que se vê nas ruas é um mar de motos, andando e buzinando, para todos os lados, entre carros, bicicletas e pedestres. Depois você se dá conta que o fluxo dos veículos não pára, nem com o semáforo. Os semáforos, estão lá, mas muita gente não liga se está aberto ou fechado, simplesmente segue.

Chegando em frente ao nosso hotel, fiquei com receio de atravessar a rua, o fluxo de veículos era constante, e ali nem semáforo tinha. Acho que a guia viu minha cara de perdida e disse “just walk very slowly” (é só ir bem devagar), e atravessamos! E é assim que funciona… o carro, a moto, a bike, seguem em velocidade controlada, desacelerando quando alguém cruza a pista, buzinam o tempo todo como um alerta de “estou aqui” ou “vou cruzar na sua frente”; e todos chegam a seus destinos, com uma frequência surpreendentemente baixa de acidentes, de acordo com nossos guias. Eu mesma não vi nenhum. A diferença é que todos estão acostumados com isso, funciona como uma “bagunça organizada”, em que cada um cuida de si.

Centro de Ha Nói, capital do Vietnã. Center of Hanoi, capital of Vietnam. O que fazer em Ha Noi, Vietnã. Roteiro de 1 dia em Hanoi.

O mais engraçado é que no centrinho histórico de Ha Nói, com toda a bagunça do trânsito, o emaranhado de fios elétricos por toda parte, e a arquitetura mista de prédios novos e antigos, tudo junto, formam um cenário de “caos”. Mas definitivamente existe um certo charme nesse caos. Acho que deve estar relacionado com a colonização francesa, muitas construções com esse tipo de arquitetura.

Nossa aventura no “caos charmoso” de Ha Nói foi de apenas um dia, mas acho que conseguimos conhecer o principal, que é o Centro Histórico de Ha Nói, e a região do lago Hoan Kiem. O lago fica especialmente bonito à noite, com a iluminação da cidade e da ponte. A ponte dá acesso ao templo budista Ngoc Son.

 

Comida, transporte e hospedagem em Ha Nói

Considero importante para quem visita Ha Nói ficar hospedado próximo do Centro Histórico. Nós ficamos no Church Boutique Hotel, um hotel excelente e com localização ótima também. Percorremos a cidade somente a pé. No centrinho é comum ver muitos turistas do mundo todo andando a qualquer hora do dia.

Vista do lago à noite, centro histórico de Ha Nói, capital do Vietnã. Hanoi at night, Vietnam.Lago Hõ Hoàn Kiém a noite, centro de Hà Nôi

Um restaurante que gostei muito de lá (nossa primeira refeição) foi o Nha Hang Ngon. Nossa guia havia nos recomendado como um lugar que serve street food (“comida de rua”) mas mais limpa e bem preparada. O lugar não é sofisticado mas notei que a maioria dos clientes eram executivos e ocidentais. Achei a comida excelente, logo de cara me apaixonei pela gastronomia vietnamita, muito diferente de qualquer outra comida que experimentei no mundo. E barato, nesse lugar comemos muito bem com USD 10 o casal.

Para quem precisar de transporte, a cidade dispõe de bastante táxis, e o Uber funciona lá também. Se for de táxi, é preferível combinar o preço antes de entrar. Existem linhas de ônibus público também, as tarifas podem ser adquiridas no próprio ônibus; mas, sinceramente, por ser tão barato, eu ficaria com o táxi ou Uber.

 

Ha Long Bay

No dia seguinte saímos de Ha Nói com nosso veículo privativo numa viagem de 3 horas em direção a Ha Long Bay. A baía abriga um arquipélago de cerca de 2000 ilhas montanhosas e inabitadas, que se elevam do nível do mar de forma impressionante. O nome “Ha Long” significa “onde o dragão entra no oceano” e está relacionado a uma antiga lenda que explica a criação das ilhotas. O lugar é tão bonito que foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco.

Ha Long Bay vista de cima. A neblina da região não permite ver longe, mas a interminável cadeia de montanhas de Halong Bay é maravilhosa. Próxima a Ha Nói, na região norte do Vietnã.

Existem inúmeras opções de cruzeiros que rondam o arquipélago. Nós pegamos o de 2 dias/ 1 noite da Bhaya Cruise, com preços a partir de USD 149 por pessoa, com refeições inclusas. O quarto e banheiro eram ótimos, não dá para falar que eram espaçosos, mas eram super confortáveis. A equipe de bordo foi extremamente atenciosa e a comida também era muito gostosa. Teve também uma demonstração gastronômica da culinária vietnamita.

 

Quarto confortável no cruzeiro Bhaya em Ha Long Bay, Vietnã. Melhores tours em Halong Bay, Vietnam.Quarto confortável no Bhaya Cruise, em Ha Long Bay

Paradas em Ha Long Bay

O passeio incluiu uma visita à enorme caverna Tien Ong, à ilha Tip Top, e ao vilarejo flutuante Cua Van. A caverna Tien Ong é interessante por suas diferentes formações de estalactites e estalagmites mas, para ser franca, foi a parte que menos gostei, pois tem muita iluminação artificial e é onde se aglomeram milhares de turistas. A ilha Tip Top tem uma trilha para o topo de uma montanha onde dá para ter uma visão muito bacana de Ha Long Bay, mas também é abarrotada de gente.

Casas do vilarejo flutuante Cua Van, em Ha Long Bay, norte do Vietnã. Incrível experiência visitar esse lugar, e conhecer como as pessoas vivem no meio da Baía de Halong. Cua Van Floating Village, in Ha Long Bay.

Já o passeio no vilarejo Cua Van é fantástico. É uma comunidade de cerca de 750 pessoas que vivem em casas flutuantes e vivem da pesca, da aquicultura e do turismo. Parte da receita dos barcos de cruzeiro em Ha Long Bay também vai para esses vilarejos. Foi uma das experiências mais autênticas da vida tradicional das pessoas que tive no Vietnã. E tivemos a oportunidade de alugar um caiaque para fazer um passeios na baía por conta própria!

Já ouvi críticas a respeito de Ha Long Bay porque se tornou um lugar muito turístico. Realmente são muitos e muitos barcos navegando na baía diariamente. Eu entendo, e também costumo preferir lugares com menos turistas. Mas jamais diria que chega a estragar o passeio. A beleza cênica de Ha Long Bay é algo difícil de explicar por palavras ou mesmo fotos. Além disso, é uma paisagem sem igual no mundo. Amei e faria de novo.

Andando de caiaque em meio às montanhas de Halong Bay, Norte do Vietnã. Kayaking in Ha Long Bay, North of Vietnam.

 

Gostou desse post? Clique aqui para compartilhar:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

Hoi An

Hoi An – a cidade favorita de muitos turistas que passam pelo Vietnã! Saiba mais aqui!

ler mais

Hue

Hue, a antiga capital do Vietnã, é um destino obrigatório para quem quer conhecer mais da cultura e história desse país.

ler mais

Vietnã

Saiba mais sobre esse país que surpreende a todos que o visitam.

ler mais

Qual é o seu sonho de viagem?
  • Outros:

GALERIA DE FOTOS